Acidente

Sargento que se acidentou com parapente já está em casa

Soldado que também estava no equipamento permanece internado em hospital de Ourinhos (SP)

Vítimas caíram em um penhasco de difícil acesso; mas foram socorridas conscientes e orientadas  (Divulgação / BPMOA)
Vítimas caíram em um penhasco de difícil acesso; mas foram socorridas conscientes e orientadas (Divulgação / BPMOA)

O sargento da Polícia Militar de São Paulo, Reginaldo Ferraz Mendonça, conhecido por ‘Jacaré’, vítima de um grave acidente no início da tarde de domingo (29) durante voo com parapente no Morro do Gavião, em Ribeirão Claro, deixou o hospital no mesmo dia e se recupera das lesões em casa.



Mendonça teve contusão no tórax e escoriações pelo corpo, mas recebeu alta médica logo após passar por exames. O caso mais grave, porém, sem risco de morte, é o do soldado Gabriel Vinícius Marçal da Silva, da cidade de Duartina (SP), que acompanhava o sargento da PM no equipamento. Ele fraturou um dos fêmures e seria operado nesta segunda-feira (30) em Ourinhos (SP).

O acidente aconteceu pouco depois do meio-dia, quando o sargento e o soldado da PM paulista faziam um voo esportivo. As causas da queda, no entanto, ainda são desconhecidas e serão investigadas.

O sargento Reginaldo Mendonça faz parte do Grupamento Águia da Polícia Militar de São Paulo, e frequentemente praticava voos esportivos em Ribeirão Claro.

O local onde ocorreu o acidente é de difícil acesso e mobilizou várias equipes de resgate terrestre, além de três helicópteros. Turistas que visitavam o Morro do Gavião também auxiliaram no resgate das vítimas.

Helicópteros auxiliaram as equipes terrestres no resgate às vítimas (Divulgação / BPMOA)

 

Facebook Comments
Compartilhe: