Agronegócio

Preço do milho sobe quase 10% em novembro

A postura retraída do produtor rural e a boa demanda por parte da exportação elevaram as cotações do cereal

Foto: Ministério da Agricultura

O mercado interno do milho registrou mais uma semana de preços firmes. Segundo a consultoria Safras & Mercado, as cotações oscilaram pouco nos últimos dias, mas tiveram uma boa valorização ao longo do mês.



A postura retraída do produtor rural e a boa demanda por parte da exportação asseguraram a sustentação das cotações nas principais praças do país.

Em Campinas (SP), por exemplo, a cotação saiu de R$ 35,50 no início de novembro e fechou a última quinta-feira, dia 29, em R$ 39 por saca, alta de 9,8%.

Em Dourados (MS), Rondonópolis (MT) e Cascavel (PR), o incremento foi de 5,2%, 4% e 3,1% no período, respectivamente.

A restrição da oferta limitou a comercialização do cereal e os negócios que foram fechados aconteceram apenas para atender necessidades urgentes por parte dos compradores.

A expectativa da Safras é que o mercado permaneça pouco movimentado no curto prazo.

Facebook Comments
Compartilhe: