Policial

Motorista que matou mulher atropelada é indiciado por homicídio culposo

(Foto: Dia a Dia Arapongas)

A Polícia Civil concluiu o inquérito do jovem que matou uma mulher atropelada em Arapongas. A vítima morreu no acidente. De acordo com o delegado, todas as testemunhas foram ouvidas, inclusive o acusado que, em seu depoimento, mudou a história.



A investigação conseguiu provas, como notas fiscais e imagens de câmeras de segurança do suspeito comprando bebidas alcoólicas. Além disso, testemunhas afirmaram que o jovem bebia em uma praça antes de atropelar a mulher. O carro também foi adulterado antes de ser apreendido e levado à delegacia.

O delegado informou que o acusado será indiciado por homicídio culposo com dolo eventual, com pena prevista de 12 a 30 anos de prisão. A namorada do rapaz, de 15 anos, que estava no veículo no momento do acidente, foi ouvida e liberada.

O crime

A situação foi registrada na madrugada de domingo (3) de março, quando o jovem atropelou uma mulher, de 33 anos, em Arapongas. A vítima foi socorrida pelo Siate, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Uma denúncia anônima ajudou a Guarda Municipal prender o suspeito, no Jardim Petrópolis, na noite de sexta-feira (8). Contra o rapaz havia um mandado de prisão por homicídio qualificado que foi expedido pelo juiz da 1ª Vara Criminal de Arapongas. O rapaz estava em prisão preventiva até que o inquérito fosse concluído.

Facebook Comments
Compartilhe: