Cotidiano

Investigação sobre furto de animais leva polícia a receptador

Júlio Cesar Alvim foi preso em sua casa no Jardim Colina Verde (Divulgação / Polícia Civil)

Investigadores da 38ª Delegacia Regional de Polícia prenderam nesta quinta-feira (1º), em Santo Antônio da Platina, Júlio Cesar Alvim, pelo crime de receptação.



De acordo com o delegado Rafael Pereira Gabardo Guimarães, titular da 38ª Delegacia Regional de Polícia, Alvim foi preso durante investigações para esclarecer a autoria de furtos de animais e abates clandestinos ocorridos na região. Na casa dele, no Jardim Colina Verde, os policiais encontraram partes de um carneiro recém-abatido e roupas sujas de sangue. O morador, no entanto, disse que havia comprado a carne por R$ 15 o quilo, mas não revelou o nome do vendedor.

A Polícia Civil chegou até Júlio Cesar Alvim após mais um registro de furtos de animais formalizado na Delegacia. Desta vez, quatro carneiros e uma leitoa em um sítio no povoado da Platina.

Durante o interrogatório na 38ª DRP, Alvim se reservou ao direito constitucional de permanecer calado. Ele possui passagens pela polícia por homicídio consumado e posse irregular de arma de fogo.

A pena para o crime de receptação é de 2 a 5 anos de reclusão.

Facebook Comments
Compartilhe: