Cotidiano

Garoto de 12 anos arremessa drogas e celulares na cadeia de Santo Antônio

Adolescente já havia sido flagrado outras vezes jogando objetos para o interior da unidade

Garoto foi apresentado ao MP e aguarda decisão judicial para ser conduzido ao Cense (Divulgação / PC)

Um garoto de apenas 12 anos foi identificado pela Polícia Civil como responsável por arremessar drogas e aparelhos celulares no interior da Cadeia pública de Santo Antônio da Platina. A ação aconteceu nesta quinta-feira (10).



Aproveitando-se do período de reforma da unidade, o menor se dirigiu ao pátio da 44ª Ciretran, vizinha ao prédio da cadeia, e alçou o material. O investigador plantonista, no entanto, logo flagrou ação e identificou o infrator.

De acordo com a Polícia Civil, esta não foi a primeira vez que o suspeito agiu no local. Há filmagens que mostram o adolescente arremessando drogas e celulares no pátio da unidade, em outras datas.

O Depen (Departamento Penitenciário do Paraná) efetua vistorias rotineiras nas celas, que resultam na retirada de materiais ilícitos da carceragem. Após a última rebelião registrada na unidade, a Polícia Civil, responsável pela gestão predial, está novamente reforçando a edificação com grades e telas mais resistentes, para que os agentes de cadeia do Depen, que administrava a carceragem, possam desempenhar suas funções.

O menor apreendido foi encaminhado ao Ministério Público (MPPR), mediante termo de compromisso e responsabilidade do representante legal, e pode ser internado no Cense (Centro de Socioeducação) a depender de decisão do juiz da Vara da Infância e Juventude da comarca.

 

PC está reforçando a edificação com grades e telas mais resistentes após rebelião (Divulgação / PC)

 

Compartilhe: