Política

“Espero que o resultado das urnas não seja uma tragédia”, afirma Alvaro Dias

Imagem: Reprodução/Facebook

O candidato à presidência da República, Alvaro Dias (Podemos), votou no Colégio Mãe de Deus, em Londrina, no norte do Paraná, na manhã deste domingo (7).



Alvaro afirmou que não “tem ideia” do resultado das eleições. “Eu não sei se será possível comemorar a vitória do Brasil nessas eleições, mas devemos vestir a camisa verde e amarela e lutar por um país extraordinariamente rico e castigado por injustiças sociais incompreensíveis, com desigualdades sociais que afrontam a alma humana”, afirmou. “Temos que esperar o melhor para o Brasil e esperar que o resultado dessa eleição não seja uma tragédia”.

O presidenciável preferiu não citar nomes de candidatos que estariam no segundo turno e seriam ou não apoiados por ele. “Não vou rasgar a lei’, disse. “Será que o eleitor vai conseguir votar para colocar na cadeia quem rouba e não deixar roubar? esse seria meu programa de governo”, disse.

O candidato afirmou que a campanha eleitoral foi injusta. “Alguns tiveram muito tempo de rádio e TV e outros pouco. Alguns tinham mais dinheiro público do que outros, do fundo eleitoral. Além disso, as leis liberaram que aqueles que tem muito dinheiro aplicasse um pouco da sua fortuna na campanha”, disse.

Alvaro disse que se comprometeu com a verdade durante toda a campanha. “Acho que devo valorizar algumas palavras que definem bem minha presença nessa campanha. Procurei sempre dizer a verdade e se alguma informação foi incorreta peço que me apresentem para que eu possa pedir perdão. Isso justifica a campanha eleitoral.   As outras palavras são dignidade, decência, honradez e respeito a sociedade. Valores indispensáveis que se colocam em segundo plano muitas vezes porque há no país uma grande inversão de valores”, afirmou.

Essa é a primeira vez que o senador Alvaro Dias se candidata à presidência da República. Ele foi deputado estadual, federal e governador do Paraná. Passou por seis diferentes partidos e participou da criação do Podemos em 2017.

Na pesquisa eleitoral divulgada no sábado (6) pela CNT/MDA, Alvaro aparece com 2% das intenções de votos.

A pesquisa foi realizada entre quinta (4) e sexta-feira (5), com 2.002 entrevistados em 137 municípios de 25 estados. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos. A sondagem está registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), sob o número BR-04819/2018.

*Andreza Rossini e CBN Curitiba

Facebook Comments
Compartilhe: