Esporte

Cruzeiro faz treino fechado, e setor ofensivo segue como mistério para final da Copa do Brasil

Substituto de Arrascaeta, convocado para defender o Uruguai em amistosos, e dono do comando de ataque são as principais dúvidas para jogo contra o Corinthians, nesta quarta-feira

Mano Menezes não terá Arrascaeta para duelo de ida da final da Copa do Brasil — Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

O Cruzeiro encerrou a preparação para o primeiro duelo da final da Copa do Brasil. O time recebe o Corinthians às 21h45 (de Brasília) desta quarta-feira, no Mineirão. O trabalho da tarde desta terça foi completamente fechado para a imprensa. Não h sequer entrevista coletiva, como tem diariamente.

As principais dúvidas para o duelo estão no setor ofensivo: quem será o substituto de Arrascaeta? Barcos segue na equipe? Como a imprensa não pôde acompanhar nem mesmo o aquecimento dos jogadores nesta terça, os questionamentos serão mantidos até uma hora antes da partida, quando o Cruzeiro divulga oficialmente a escalação de Mano Menezes.



A principal ausência para a partida é o meia Arrascaeta. Ele foi convocado para defender a seleção uruguaia em amistosos contra Coreia do Sul e Japão, nos dias 12 e 16 – respectivamente –, e não ficará à disposição de Mano Menezes. Rafinha, David e Rafael Sobis são as principais alternativas, sendo que o primeiro normalmente é escolhido para substituir o camisa 10.

E o comando de ataque?

Há cerca de dez dias, com o retorno de Fred e Sassá, que ficaram fora de combate em função de lesões no joelho, Mano Menezes passou a contar com quatro centroavantes de ofício no elenco. No entanto, o treinador não terá todas essas opções com 100% de condições para a ida da decisão.

As principais dúvidas para o duelo estão no setor ofensivo: quem será o substituto de Arrascaeta? Barcos segue na equipe? Como a imprensa não pôde acompanhar nem mesmo o aquecimento dos jogadores nesta terça, os questionamentos serão mantidos até uma hora antes da partida, quando o Cruzeiro divulga oficialmente a escalação de Mano Menezes.

A principal ausência para a partida é o meia Arrascaeta. Ele foi convocado para defender a seleção uruguaia em amistosos contra Coreia do Sul e Japão, nos dias 12 e 16 – respectivamente –, e não ficará à disposição de Mano Menezes. Rafinha, David e Rafael Sobis são as principais alternativas, sendo que o primeiro normalmente é escolhido para substituir o camisa 10.

E o comando de ataque?

Há cerca de dez dias, com o retorno de Fred e Sassá, que ficaram fora de combate em função de lesões no joelho, Mano Menezes passou a contar com quatro centroavantes de ofício no elenco. No entanto, o treinador não terá todas essas opções com 100% de condições para a ida da decisão.

*Guilherme Macedo e Luiz Martini — de Belo Horizonte

Facebook Comments
Compartilhe: