Cotidiano

Corpo encontrado na Estrada da Graciosa é da estudante de Direito Andriely Gonçalves

O corpo de uma jovem encontrado na Serra da Graciosa nesta sexta-feira, 8, é da estudante de Direito, Andriely Gonçalves da Silva, de 22 anos. O reconhecimento foi feito pela família da vítima, que estava desaparecida há exatos um mês. O laudo oficial, no entanto, só será emitido após a exumação do corpo por médicos legistas do Instituto Médico Legal (IML).



A estudante de Direito sumiu no último dia 9 de maio. O corpo foi encontrado  na altura do quilômetro 9 da Estrada da Graciosa, em Morretes, no Litoral do Estado, na última sexta-feira, 8. O corpo foi recolhido ao IML de Paranaguá, que posteriormente o encaminhou para Curitiba.

O principal suspeito de ter matado Andriely é o soldado da Polícia Militar (PM) Diogo Coelho Costa, ex-marido dela. Diogo foi preso no dia 19 de abril, após as câmeras de segurança do edifício onde Andriely morava terem mostrado ela saíndo com Diogo do apartamento, horas antes do desparecimento, em Colombo, município da Região Metropolitana de Curitiba (RMC).

Bem Paraná

Facebook Comments
Compartilhe: