Mundo

Conheça a histórica igreja que receberá o casamento do príncipe Harry

Igreja conserva uma porta original de meados do século XIII, usada apenas pela família real quando participa de cultos religiosos.

Castelo de Windsor, onde será realizado casamento do príncipe Harry com Meghan Markle (Foto: Toby Melville/Reuters)

O príncipe Harry da Inglaterra e a atriz Meghan Markle se casarão neste sábado (19) na Capela de São Jorge, uma igreja intimamente ligada à história da monarquia.



Local de descanso eterno de reis e rainhas, e epicentro da cavalaria inglesa, a igreja do Castelo de Windsor – residência real a pouco mais de uma hora de Londres na direção oeste – tem sido testemunha de muitos casamentos reais e cerimônias oficiais.

Inspirando-se nos cavaleiros da Távola Redonda do rei Arthur, Edward III fundou em 1348 a Nobilíssima Ordem da Jarreteira, a mais prestigiosa do país.

O rei escolheu a capela de Windsor como a “igreja-mãe” da ordem e a dedicou ao padroeiro da Inglaterra, São Jorge.

Em uma cerimônia anual que ainda é realizada, os cavaleiros da ordem entram em procissão no templo usando os seus melhores trajes: capas de veludo azul e chapéus pretos do mesmo tecido, adornados com penas brancas de avestruz.

A ordem tem apenas 24 membros e cada um tem o seu assento na igreja, ornamentado com seu escudo de armas.

O ex-primeiro-ministro britânico John Major, o rei da Espanha e o imperador japonês Akihito são membros da ordem.

Obra-prima do estilo gótico inglês

A capela foi reconstruída entre 1475 e 1528 no estilo gótico que hoje é o seu traço.

Sua abóbada com nervuras, suas pedras elaboradamente talhadas e seus vitrais fazem dela um dos melhores exemplos deste estilo na Inglaterra.

A espada do rei Edward III, de dois metros de comprimento, está pendurada na igreja.

No exterior existem 76 esculturas das feras da rainha, representando os 14 animais heráldicos, incluindo o leão da Inglaterra, o dragão vermelho de Gales e o falcão prateado de York.

A igreja conserva uma porta original de meados do século XIII, que é usada apenas pela família real quando participa de cultos religiosos.

O príncipe Harry, neto da rainha, foi batizado lá em dezembro de 1984.

Quando ele e a atriz se casarem na capela diante de 600 convidados, estarão perto de vários reis.

Edward IV, Henry VI e Edward VII, Henry VIII, o executado Charles I e George III – o último monarca inglês que reinou no país de Markle, os Estados Unidos -, são alguns dos que descansam neste templo.

Lista de casamentos

A Capela de São Jorge tem sido palco de muitos casamentos reais, além de funerais.

Quando o pai de Harry, o príncipe Charles, herdeiro do trono, voltou a se casar, em 2005, com Camilla, o matrimônio não pôde ser celebrado na igreja porque os dois eram divorciados.

Ao invés disso, casaram na Prefeitura de Windsor e receberam uma benção na capela na presença da rainha.

O último casamento real na Igreja de São Jorge foi em 2008, quando o neto mais velho de Elizabeth II, Peter Phillips, se casou com a canadense Autumn Kelly.

A capela será cenário de um novo casamento este ano, quando a princesa Eugenie, neta da rainha, filha do príncipe Andrew, se casar com Jack Brooksbank em 12 de outubro.

*France Presse

Facebook Comments
Compartilhe: