Opinião

Bolsonaro cresce nas pesquisas e agressor não se arrepende

Exame

Como era esperado, Jair Bolsonaro, depois do atentado, vem subindo nas pesquisas. Segundo Murilo Hidaldo, do Paraná Pesquisa, mesmo antes do atentado ele subiu bem mais do que apontava pesquisas divulgadas segunda-feira (10). Para Hidalgo, a facada reverteu uma curta trajetória de queda de Bolsonaro. O Ibope divulgou ontem nova pesquisa, 24 horas depois da primeira, “corrigindo” o crescimento de Bolsonaro de 20% para 26% e não 22%. A curva ascendente tende a continuar.



Como avaliam especialistas, Bolsonaro não precisa mais ir para as ruas. Basta que seu marketing de campanha mostre o candidato convalescendo no hospital. Quem assistiu a trechos da entrevista do autor da facada, o mineiro Adelio Bispo de Oliveira, pode perceber que ele é um cidadão bem articulado, fala bem e não mostrou arrependimento pela ação. Disse que parte de sua decisão se valeu da religião e parte de ideologia política por temer que Bolsonaro possa vir a fazer mal para a população, caso seja eleito presidente da República.

Lula na penitenciária

Deu na coluna do Claudio Humberto: “O ministro João Otavio de Noronha, presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), disse ontem que a aplicação da Justiça pressupõe igualdade de tratamento, por isso defende que o ex-presidente Lula, condenado a pena de 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, deveria cumprir sua pena em um presídio, como qualquer apenado, sem a regalia da cela especial onde se encontra.

Facebook Comments
Compartilhe: