Opinião

Bancada da bala armada na Alep?

Eleitos em nome de ações de segurança pública e muitas vezes com apelos sensacionalistas, a bancada da bala, ou seja, militares que deixaram a farda para entrar na política, assumem seus postos na Assembleia Legislativa, como se estivessem de serviço nas ruas. A bancada da bala vai ter que orientar melhor seus deputados eleitos sobre “The Dress Code”. Estão entrando no plenário fardados e armados para sessão. Isso não pode, não está no regimento. É terno e gravata e só. Ali eles não são soldados, são só deputados. Quando a chapa esquentar em uma dessas discussões de plenário, haverá risco de alguém sacar a arma e falar mais alto. Sem contar que não estão a serviço da corporação. Ali estão como deputados.



Pedro Ribeiro

Pedro Ribeiro é jornalista com passagens pela Gazeta do Povo, Folha de Londrina e O Estado do Paraná. Foi pioneiro com a criação do jornal eletrônico Documento Reservado e editor da revista Documento Reservado. Escreveu três livros e atuou em várias assessorias, no governo e na iniciativa privada, e hoje é editor de política do Paraná Portal.
Facebook Comments
Compartilhe: