Terça, 27/06/2017

Policial 16/05/2017 - Luiz Guilherme Bannwart


PC esclarece morte de servente de pedreiro em Joaquim Távora


Leandro Aparecido Lopes foi assassinado com um golpe de faca no abdômen - Arquivo pessoal
A Polícia Civil esclareceu na manhã desta terça-feira, 16, o assassinato do servente de pedreiro Leandro Aparecido Lopes, 29 anos, ocorrido na noite de segunda-feira, 15, no bairro Vila Nova, em Joaquim Távora. De acordo com as investigações, o autor é Anielikson Luiz Batista Franco, de 20 anos, que teve a prisão preventiva solicitada à Justiça.

Conforme o delegado Rubens José Perez, titular da 35ª Delegacia Regional de Polícia, Lopes foi morto por derrubar, acidentalmente, a motocicleta do suspeito. Enquanto levantava o veículo, a vítima foi surpreendida com um golpe de faca no abdômen e sem chance de defesa morreu após caminhar por alguns metros. “A vítima estava na casa do patrão, que é ex-sogro do suspeito na autoria do crime, e sem querer esbarrou e derrubou sua moto. Segundo uma testemunha, o Anielikson estava com uma faca na cintura e sem dizer nada atacou o Leandro”, disse o delegado.

Na manhã desta terça-feira, a Polícia Civil ouviu várias testemunhas no caso. As investigações apontam que Leandro Lopes também teve um rápido relacionamento com a ex-mulher Anielikson Franco, o que pode ter contribuído na motivação do crime.

O delegado Rubens José Perez pediu a prisão preventiva do suspeito, e aguarda a decisão da Justiça. Segundo o titular da 35ª DRP, o advogado de Anielikson Franco disse que pretende apresentá-lo na Delegacia de Polícia Civil de Joaquim Távora na manhã desta quarta-feira, 17.

Anielikson Franco não possui antecedentes criminais. Leandro Lopes já esteve preso por violência doméstica e outros delitos, e no ano passado foi vítima de tentativa de homicídio ao se envolver em uma briga em um bar no centro da cidade.






2017 - TANOSITE - Todos os direitos reservados
plataforma desenvolvida por Rodrigo Campos (43) 9 8814-5432