Sábado, 18/11/2017

Esporte 12/11/2017 - Banda B


Com gol de Guilherme, Atlético volta a vencer e mantém vivo o sonho de Libertadores

Meia decide a partida e dá vitória ao rubro-negro após três rodadas no Brasileirão


Guilherme foi decisivo e deu a vitória ao Rubro-Negro (André Fabiano/Código19/Estadão Conteúdo)
Ainda é tempo para voltar a acreditar. Mesmo distante do G7, o Atlético voltou a vencer após três rodadas, ao derrotar o Botafogo fora de casa, por 1 a 0, na tarde deste sábado (11), no Estádio Nilton Santos, e segue sonhando com uma vaga na Libertadores, contando com a possibilidade de ampliar o número de classificados através do Campeonato Brasileiro.

Superior na etapa inicial de partida, o Rubro-Negro criou as melhores oportunidades e foi premiado com o gol da vitória. Aos 30 minutos, Guilherme tabelou com Pablo e finalizou, contando com uma falha do goleiro Gatito para balançar as redes adversárias.

Já o segundo tempo foi apenas para se segurar como pode. Com o Botafogo crescendo no duelo, o time fechou a defesa e não levou grandes sustos. Os mandantes chegaram em bolas aéreas, mas sem acertar o alvo. As únicas que foram na meta, Weverton não teve grandes problemas e defendeu com tranquilidade, garantindo o triunfo atleticano no Rio de Janeiro.

Com este resultado, o Furacão foi aos 45 pontos e manteve vivo o sonho de brigar por uma vaga na Libertadores. Na próxima rodada, o time enfrenta a Ponte Preta, na quarta-feira (15), às 17h, no Moisés Lucarelli, em Campinas, pela 35ª rodada do Brasileirão.

Atlético é melhor e sai na frente com gol de Guilherme

Melhor no primeiro tempo, o Rubro-Negro se sentiu em casa diante do Botafogo e tomou a iniciativa. A primeira grande chance foi logo aos nove minutos, com Pablo tabelando com Guilherme e chutando forte de fora da área, por cima do gol de Gatito.

O Alvinegro tentou responder em duas jogadas , mas não levou perigo ao gol de Weverton, que fez duas fáceis defesas em cabeçada de Pimpão e chute de Marcos Vinícius.

Mas a jogada que já havia assustado os mandantes no início deu certo ainda na etapa inicial. Aos 30 minutos, Guilherme tabelou com Pablo e chutou forte. O meia rubro-negro ainda contou com uma ajuda do goleiro Gatito, que falhou e viu a bola morrer no fundo das redes, abrindo o placar para o Atlético.

Atlético segura resultado e volta a vencer

Com menor volume na etapa complementar, o Furacão não criou oportunidades para ampliar o marcador diante do Botafogo. A única chance rubro-negra saiu dos pés de Lucas Fernandes, aos 19 minutos, que finalizou da entrada da área e esbarrou em Gatito.

Em contrapartida, o time carioca cresceu e assustou a meta atleticana. Em chegadas pelo alto, Guilherme e Brenner assustaram e cabecearam tirando tinta da trave de Weverton. Se não deu pelo alto, o Alvinegro tentou também por terra. Aos 40 minutos, Bruno Silva recebeu na entrada da área e finalizou à esquerda, levando perigo ao Furacão. No minuto seguinte, Guilherme tentou chute de longe e o goleiro rubro-negro fez firme defesa, sem sustos, garantindo o triunfo fora de casa.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 0X1 ATLÉTICO

Local: Estádio Engenhão, Rio de Janeiro (RJ).
Data: Sábado, 11 de novembro de 2017.
Horário: 17h.
Árbitro: Anderson Daronco (RS).
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Júnior (RS).
Público e renda: 7.214 pagantes | 8.399 presentes | R$ 167.640,00

Botafogo: Gatito; Arnaldo, Emerson, Joel Carli e Victor Luis (Gilson); Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, João Vitor e Marcos Vinícius (Léo Valencia); Rodrigo Pimpão (Guilherme) e Brenner.
Técnico: Jair Ventura.

Atlético: Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Fabrício; Esteban Pavez, Lucho González (Eduardo Henrique) e Guilherme; Sidcley (Lucas Fernandes), Pablo e Ribamar (Ederson).
Técnico: Fabiano Soares.

Gol: Guilherme (CAP) aos 30? do primeiro tempo.

Cartão amarelo: Ederson (CAP).


2017 - TANOSITE - Todos os direitos reservados
plataforma desenvolvida por Rodrigo Campos (43) 9 8814-5432