Sábado, 18/11/2017

Paraná 01/09/2017 - Da Assessoria


Categoria dos trabalhadores rurais é a primeira a aderir ao INSS Digital


Termo de Cooperação Técnica foi assinado ontem, na gerência executiva do INSS em Curitiba - (Divulgação)
A primeira categoria profissional que adere ao programa INSS Digital no Paraná é a dos trabalhadores rurais. Ontem, 1º, os Sindicatos de Trabalhadores Rurais (STR´s) de Araucária e de São José dos Pinhais (ambos na Região Metropolitana de Curitiba) assinaram o Termo de Cooperação Técnica com o INSS, na Gerência Executiva do INSS de Curitiba. A Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná (Fetaep), entidade que representa os Sindicatos, tem atuado como interlocutora entre INSS e STR´s.

A assinatura contou com a presença do gerente executivo do INSS, Aldebrando Lins de Albuquerque, do secretário de Previdência da Fetaep, Carlos Gabiatto, do presidente do STR de São José dos Pinhais, Afonso Rendak, do presidente do STR de Araucária, Pedro Aloise Wojcik, da procuradora-chefe da Procuradoria Seccional do INSS, Luciane Maria Gervasio, do assessor de Previdência da Fetaep, Clodoaldo Gazola, e do gerente-executivo substituto, Antonio Marcos Ribeiro. Além deles, toda a equipe de trabalho do INSS que vai operacionalizar o INSS Digital também foi convidada e presenciou o ato de assinatura.

A Fetaep comemora esta aproximação entre trabalhadores e INSS e o bom diálogo que vem tendo com a Gerência de Curitiba. “Sem dúvida o maior beneficiado disso tudo será o trabalhador rural”, salienta Gabiatto. Com o INSS Digital, o trabalhador será atendido diretamente no seu Sindicato, que terá competência para executar alguns serviços do Instituto, tais como: aposentadoria por idade e por tempo de contribuição, pensão por morte previdenciária, auxílio-reclusão e salário maternidade. “Com essa ‘desburocratização’ haverá mais agilidade na concessão do benefício”, celebra o secretário de Previdência da Fetaep.

Para o gerente executivo do INSS, o atual momento é histórico. “O programa é uma grande inovação e representa a informatização chegando para ficar nas ações do órgão federal”, comentou. Segundo ele, o procedimento em si será bem simples. “Caberá às entidades conveniadas juntar a documentação solicitada e preencher o sistema. O processo vai correr mais rápido e o maior beneficiado será o segurado, a população. Estamos abrindo as portas para os Sindicatos e não queremos mais estar distantes das entidades que representam os trabalhadores”, revelou o gerente.

Albuquerque reconhece que levar o INSS Digital inicialmente à categoria dos rurais, é puxá-los para o centro dos debates, resgatando seu valor e a sua importância na sociedade. “Estamos colocando os trabalhadores no alvo das nossas ações, pensando numa gestão que não lhe vira as costas”, concluiu.

Próximos passos

A partir da assinatura, os Sindicatos receberão uma capacitação por parte do INSS para o início da operacionalização do programa.


2017 - TANOSITE - Todos os direitos reservados
plataforma desenvolvida por Rodrigo Campos (43) 9 8814-5432