Segunda, 29/05/2017

Policial 17/05/2017 - Luiz Guilherme Bannwart


Acusado de assassinar servente se apresenta e alega legítima defesa


Segundo Anielikson Luiz Batista Franco, vítima estava armada com canivete - Arquivo pessoal
Anielikson Luiz Batista Franco, 20 anos, acusado de assassinar na noite de segunda-feira, 15, em Joaquim Távora, o servente de pedreiro Leandro Aparecido Lopes, 29 anos, se apresentou na manhã de quarta-feira, 17, ao delegado Rubens José Perez, na 35ª Delegacia Regional de Polícia, e alegou legítima defesa. Após prestar depoimento, Franco, que estava com a prisão preventiva decretada pela Justiça, foi recolhido à Cadeia Pública local.

De acordo com o delegado Rubens Perez, Franco contou que Leandro Aparecido Lopes derrubou sua motocicleta de forma proposital e começou chutar o veículo. Ainda segundo o acusado, a vítima também estava aramada com um canivete e o ameaçou, por isso reagiu e a golpeou com uma faca.

Conforme as investigações, Lopes foi morto por derrubar, acidentalmente, a motocicleta do acusado. Enquanto levantava o veículo, a vítima foi atingida no abdômen por um golpe de faca e acabou morrendo a poucos metros do local. “A vítima estava na casa do patrão, que é ex-sogro do suspeito na autoria do crime, e sem querer esbarrou e derrubou sua moto. Segundo uma testemunha, Anielikson estava com uma faca na cintura e sem dizer nada atacou o Leandro”, contou o delegado.

Anielikson Luiz Batista Franco foi indiciado por homicídio qualificado (quando há intenção de matar), e se condenado pode cumprir pena de até 30 anos de prisão.







2017 - TANOSITE - Todos os direitos reservados
site desenvolvido por Rodrigo Campos (43) 9 8814-5432